Brasil
Gaspar Nóbrega/COB/Twitter oficial do Time Brasil

De um lado, teve mais uma medalha para o Brasil. De outro, teve a grande decepção no vôlei. Confira como foi o dia em Tóquio.

Atletismo

Assim como foi nas eliminatórias, Darlan Romani fez a quarta melhor marca, infelizmente ficando de fora do pódio. Mas nunca o Brasil tinha ido tão bem em provas de arremesso. Daqui a três anos, quem sabe, pode vir medalha.

O dia também teve as cincos provas restantes do decatlo, no qual Felipe dos Santos foi o 18º lugar. Outras provas com presença de brasileiros foram a marcha atlética 20km ,com Caio Bonfim, Matheus Corrêa e Lucas Mazzo (Bonfim foi o 13º; Corrêa o 46; enquanto que Mazzo não completou); e os revezamentos 4×100 masculino e feminino, no qual ninguém se classificou para às finais.

Boxe

O boxe brasileiro está no auge. Afinal, haverá duas finais com brasileiros. Em primeiro lugar, Beatriz Ferreira venceu a finlandesa Mira Potkonen nas semifinais da categoria peso leve. Depois, Hebert Conceição derrotou o russo Gleb Bakschi na categoria peso médio e também disputará o ouro. Agora, Ferreira enfrentará a irlandesa Kellie Harrington, enquanto que Conceição lutará pelo ouro contra o ucraniano Oleksandr Khyzhniak.

Pentatlo Moderno

No esporte em que reúne cinco modalidades diferentes (esgrima, tiro, natação, hipismo e corrida), o Brasil está presente apenas na prova feminina, com Ieda Guimarães. Depois que a primeira prova (esgrima), foi disputada, Guimarães está na 30ª posição.

Skate

Assim como foi nas competições street, teve medalha nas provas park. Primeiramente, deve-se destacar a presença dos três brasileiros na final da prova masculina. Então, Pedro Barros levou a medalha de prata ao fazer a nota de 86.14. Luiz Francisco e Pedro Quintas foram, respectivamente, quarto e oitavo lugar.

Vôlei

Á primeira vista, parecia que a seleção masculina iria para a final. Mesmo que tivesse perdido o primeiro set, venceu com sobras o segundo e vencia o terceiro por 20 a 12. Contudo, novamente o Brasil teve o fantasma do “apagão”, levou a virada e perdeu a partida por 3 sets a 1 (18/25, 25/21, 24/26, e 25/23).

Agora, resta para o Brasil lutar pelo bronze. E o adversário será a Argentina, no qual já enfrentou antes (e ganhou por sofridos 3 a 2).

LEIA MAIS

Brasil nos Jogos Olímpicos: confira como foi o 12º dia em Tóquio

Brasil nos Jogos Olímpicos: confira como foi o 12º dia em Tóquio

Anterior

Brasil nos Jogos Olímpicos: confira como foi o 14º dia em Tóquio

Próximo

Você também pode gostar de

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *