Brasil
Gaspar Nóbrega/COB/Twitter oficial do Time Brasil

O dia foi dourado para o Brasil. No penúltimo dia de competições em Tóquio, três medalhas de ouro foram conquistadas, incluindo a do futebol. Confira como foi o dia.

Boxe

Assim como foi no Rio de Janeiro, teve ouro no boxe para o Brasil. Seguindo a tradição da Bahia de revelar lutadores, Hebert Conceição venceu o ucraniano Oleksandr Khyzhniak por nocaute e levou o título olímpico na categoria peso médio.

E ainda não acabou, já que, neste domingo, Beatriz Ferreira tentará o ouro no peso leve feminino.

Canoagem

Depois que ganhou três medalhas no Rio de Janeiro, Isaquias Queiroz queria o ouro. E ele veio. Numa prova praticamente perfeita, o brasileiro não deu chances aos seus adversários e cruzou a linha de chegada com mais de uma canoa de vantagem.

Este foi o primeiro ouro do Brasil na canoagem, e com o dia dos pais bem perto, Isaquias teve o prazer de ver o filho pelo celular após a prova.

Ginástica Rítmica

Na apresentação da disputa de grupos, a equipe brasileira obteve a 12ª colocação, ficando de fora da final, já que se classificam as oito melhores notas. Contudo as atletas são jovens, e tem espaço para crescimento no futuro.

Hipismo

Na final da prova de saltos por equipes, a equipe brasileira melhorou a posição em relação as classificatórias. Eles ficaram na sexta posição.

Saltos Ornamentais

Primeiramente, uma correção. Ontem, foi postado que o brasileiro Kawan Pereira tinha se classificado à final da plataforma de dez metros. Contudo a classificação foi para as semifinais, e não para à final. Todavia, o saltador brasileiro compensou o erro deste site e se classificou á final com a 12º nota. E ainda por cima, na final, conseguiu melhorar a sua posição, ficando em 10º lugar.

Definitivamente, um grande resultado para o Brasil, já que esta foi a primeira vez que o país teve um saltador para à final. E assim como as meninas da ginástica rítmica, Kawan ainda é jovem, tendo espaço para evoluir.

Vôlei

Provavelmente abalados por causa da derrota contra a Rússia, a seleção masculina até tentou jogar, mas acabou derrotada pela Argentina por 3 sets a 2 (parciais de 23/25, 25/20, 25/20, 17/25 e 13/15) e acabou sem o bronze.

BONUS: FUTEBOL

Após ficara tanto tempo na vontade, veio o primeiro ouro do futebol no Rio de Janeiro. E agora, veio o segundo. Jogando contra a Espanha no mesmo estádio no qual foi campeã da Copa em 2002, Matheus Cunha colocou o Brasil à frente ainda no primeiro tempo; Oyarzabal empatou e forçou o jogo à prorrogação. Mas Malcom definiu no segundo tempo da prorrogação.

Este ouro foi o segundo do Brasil no futebol, a sétima medalha no geral e o 46º título de Daniel Alves na carreira.

LEIA MAIS

Brasil nos Jogos Olímpicos: confira como foi o 14º dia em Tóquio

Brasil nos Jogos Olímpicos: confira como foi o 14º dia em Tóquio

Anterior

Brasil nos Jogos Olímpicos: confira como foi o último dia em Tóquio

Próximo

Você também pode gostar de

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *