argentina
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O Brasil x Argentina do dia 6 de setembro de 2021 ficou marcado na história, mas não de maneira boa. Devido à mentira de jogadores argentinos, a partida foi paralisada e segue sem definição do que acontecerá no futuro. Entretanto, se a FIFA seguir o que fez em épocas passadas, excluiria a Argentina da Copa.

Por causa da variante delta da COVID-19, quem vem ao Brasil partindo do Reino Unido deve ficar em quarentena. No entanto, Emiliano Martínez, Cristian Romero, Giovani Lo Celso e Emiliano Buendía supostamente mentiram sobre isso. E ainda por cima, segundo o portal G1, um membro da delegação argentina ajudou a falsificar as declarações sanitárias dos atletas.

A história do futebol tem outras casos de mentira relativamente “recentes”. Um caso foi o “Escândalo dos Cachirules”; que foi uma falsificação de jogadores mexicanos para jogarem a seleção sub-20. O caso levou a suspensão do México de competições internacionais, incluindo a Copa de 1990.

Contudo, o caso que mais marcou os brasileiros foi o do goleiro chileno Rojas. Em partida disputada no Maracanã, Brasil e Chile se enfrentavam pelas eliminatórias da Copa de 1990. Depois que um rojão foi disparado em campo, o goleiro se cortou com uma navalha para simular que tinha sido atingido. A FIFA decidiu punir o Chile banindo-o não só da Copa de 1990, mas também da de 1994.

Para quem for comparar, o caso dos jogadores argentinos lembram muito os casos de México e Chile. Contudo, dificilmente a Argentina será excluída. Ao contrário de mexicanos e chilenos, a seleção argentina tem muita força. E o impacto seria muito maior, já que se trata de uma campeã mundial.

Enfim. O que resta agora é ver qual será o desfecho dessa briga.

LEIA MAIS

Liga dos Campeões 2021/2022: confira os palpites da fase de grupos

Vitória de Verstappen enlouquece torcida em retorno da F1 à Holanda

Anterior

Podcast 13 – Olimpíada de Tóquio

Próximo

Você também pode gostar de

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *